Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Tropeços
(weverson garcia 08/02/09)

Eu nunca busquei a infelicidade

Sempre joguei de forma clara e pura

Tinha a euforia, na velhice de minha mocidade

Fui tão são quando era todo da loucura

Me joguei de braços abertos, negligente
dando a quem merecia bem menos amor
As braços fechados de tanta gente
Doi ver que eu mesmo causei a dor


A dor maçante de meu peito torto
foi feita por minhas mão , cuidadosas
mas de foram elas tão caudalosas
que hoje sinto meu peito morto.

Não bate, sem sacode, ó peito ambíguo
treme e destrói em meio a amores
essa forma torta de amar amigos
e viver sem olfato cercado de flores.

Nenhum comentário: