Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

terça-feira, 16 de março de 2010

181

Ele caminhou até o elevador, o som de suas batidas a porta ainda ecoavam no corredor, ele achou ter ouvido o som de alguém chorando do outro lado mas não era nada alem de sua imaginação, o elevador chega e o sinal, o sinal que ele ouvira tantas vezes e se alegrava ou sentia vontade voltar e não embarcar, e agora era para sempre, um ou dois paços e já esta no centro, o térreo e a porta se fecha...

Ela sentada vendo a foto e o bilhete, e tendo as lagrimas correndo no rosto, a foto da melhor tarde a tarde de um domingo, ela sorria, ele sorria, no fundo o céu azul e algumas nuvens. Mas o abraço da foto e o sorriso ainda a ferem como mil punhais, e o pequeno bilhete com a frase “ EU TE AMO” e nada mais alem disso, o papel branco, e a foto... e ela chorando...
Ela solta um ultimo suspiro, um tanto mais alto que esperava e pouco depois o som do elevador e depois o silencio....

Ele encosta no espelho se olhando bem de perto, seus olhos vermelhos e sangrando dele as lagrimas de algo que nunca será o que deveria ser... uma, duas, três batidas no espelho, e ele se vira para a porta, olhar baixo os olhos ardendo, a mão vai ao bolso... a pequena caixa...

Ela se arrasta até o sofá, ainda com as pernas bambas de receios bebe os últimos goles do seu copo de suco.. mas o sandwish não mais a apetece... a foto agora prende sua atenção, ele sorri tão infantilmente, e ela o olha, ela percebe que seus olhos diziam que ela estava feliz, talvez não completa mas feliz...

Ele aperta novamente o andar dela, no térreo uma senhora entra., olhares. A senhora abaixa a cabeça, e apenas pergunta, você esta fazendo ela feliz? E ele responde... Eu apenas estou tentando... a senhora descendo no andar dela diz... “Tentar muitas vezes já é o suficiente... e ela? Esta te fazendo feliz?” ele se cala... e a senhora completa...
- Se a resposta sempre for uma duvida, desista... agora se tiver mais certeza... – disse ela se virando e olhando fundo nos olhos vermelhos do rapaz. – Diga a ela a verdade e faça ela feliz.

Ela se levanta.. caminha até a porta segura a maçaneta... respira fundo... e abre os cabelos caindo sobre o rosto, o olhar embargado e embaçado pelas lagrimas ela caminha até o elevador...

A porta se fecha e ele pensa... eu não sei se ela me faz feliz... mas eu não me vejo feliz sem ela.... e ai como faço senhora?....
Ele respira fundo, se apóia no batente da porta do elevador... o elevador para... a porta se abre...

Ela olha o elevador a porta se abre...

- Eu te amo... diz ele ao ver ela parda a sua frente...
- Eu te amo... – ela escuta e levanta a cabeça...

Ela estende a mão, com o foto um tanto amassada, ele de olhos vermelhos a olha, e agora ela esta inda mais encantador, mais encantadora do que nunca... cabelos desarrumados.. e ela fala...

- Desculpe... mas eu não posso te fazer feliz...
- Não seria eu que deveria decidir isso?
- Não, não é... eu sei que não posso te fazer feliz, e não mereço a felicidade que você me da.
- E eu te dou é por que merece...
Aporta ameaça fechar e ele sai do elevador.. pouco mais de um palmo os separam,
- Mas eu não posso aceitar... não sei se mereço... e não sei se posso te dar o que você merece...
- Eu mereço você?
- Como assim?
- Você diz que não pode me dar o que mereço... eu mereço você?
- Merece coisa melhor.
- Então já tenho sua resposta, mereço, e se mereço mais... por que não posso ficar com você e assim tu vai saber que escolhi você não por falta de opção, mas por eu não desejo nenhuma outra.
- ... Mas...
- Mas, sem mas... – ele segura as mãos dela e coloca uma mão sobre a sua espalmada. Ela o olha nos olhos e mais lagrimas correm em seu rosto...ele tira a mão e na palma da mão ela um anel...
- Casa comigo, e não me importa se você não se acha o suficiente... para mim tu é o bastante...e vivo minha vida feliz com isso.

O elevador chega novamente... e atrapalhando a saída do velho senhor com bolsa de compras, um casal se beija apaixonadamente.

Um comentário:

Simone disse...

Essa de vc merece coisa melhor não me convence... mas o casal 'terminou' bem, então tá bom. aiai...