Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

terça-feira, 2 de março de 2010

tantas... tantas...

Tantas
(weverson Garcia)
Tantas vezes a gente se pois em papeis que nem devia
Tantas vezes vivemos soltos tantas vezes andamos a esmo
Tantas vezes andando nem percebemos pra onde se ia
Tantas vezes achou ter mudado, mas descobre que é o mesmo.

Tantas vezes a gente se culpa e se pune
Tantas vezes sem ter motivos se chora
Tantas vezes uma lagrima nos une.
Tantas vezes já passou de nossa hora.

Tantas vezes sorrindo e pensando
Tantas vezes deixamos passar
Tantas vezes já estamos amando
Tantas vezes descobrimos amar.

Tantas vezes a gente se nega
Tantas vezes a gente se impede
Tantas vezes a gente se apega
Tantas vezes a gente não pede

Tantas vezes a gente se apaga
Tantas vezes a gente se traça
Tantas vezes o inocente paga
Tantas vezes choramos,desgraça

Tantas vezes nos encontramos
Tantas vezes nos perdemos
Tantas vezes nos amamos
Poucas vezes nos queremos.

Um comentário:

Ana Carolina disse...

Tanta vezes tantas coisas.
Poucas vezes coisas importante e necessárias.