Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

terça-feira, 25 de maio de 2010

estou fazendo a coisa certa?!?

Ele acordou novamente assustado, não com os sonhos antigos, ou pesadelos novos, mas com um receio de que poderia estar cometendo um erro, talvez na mesma hora em outro canto da cidade ela penteava seus cabelos e se preparava para seu dia de momentos repetidos como o dele também é, ela talvez mantinha a vida em seus planos, sem muito o alterado mas ele... agora em frente ao espelho arregalava os olhos... e esfregava forte e repetidas vezes...
“Será que estou fazendo a coisa certa?”

Ela tomava seu café reduzido e ele um banho rápido, mas para espantar os pensamentos da noite que qualquer outra coisa, no radio uma musica antiga tocando e ele com a cabeça enfiada no jato do chuveiro pensava
“será que estou fazendo a coisa certa?”

Ela entrava no ônibus e seguia seu caminho, talvez com a cabeça apoiada na janela tentando não pensar no dia, e ele apoiado na pia olhando seu rosto molhado continuava a se repetir a mesma pergunta.. e a resposta era sempre o medo...
Mas medo de que? Ele já era um homem maduro, velho, com seus fios brancos como troféus orgulhosos de cada ano vivido, mas ela... ele tinha medo de fazer a ela algum mal, ferir de qualquer forma um peito novo... e isso ele nunca desejou fazer.
Sentado no ultimo banco do ônibus ele via todos os passageiros entrarem e saírem e sempre se perguntava a mesma coisa. “será que estou fazendo a coisa certa?” a certo momento levantou-se puxou a corda a porta se abriu e ele desceu...
Não era o ponto... tinha descido antes, o que o fez andar umas 2 ou 3 quadras a pé e sozinho... foi ai que ele sorriu... olhou para os lados e pensou...
“estou fazendo a coisa certa!?!” afinal ele pode continuar seguir o caminho andando com os passageiros do ônibus ou pode saltar e seguir a pé e sozinho até o próximo ponto... mas ele deve sempre seguir o caminho certo... “o melhor caminho é o caminho certo”... lembrou do seu velho pai dizendo...
A Gente nunca sabe se esta fazendo a coisa certa com a gente e sempre teme esta fazendo a cosia errada com outra pessoa, temos medos de magoar e muitas vezes até desiludir alguém, não que tenhamos criado uma ilusão mas por que deixamos alguém criar essa e as vezes quando mostramos a essa pessoa essa ilusão somos nós que saímos culpados por tal ato... e de certa forma somos.
Viver, nunca é e nunca vai ser fácil, é de fato um ato complicado, já que viver sozinho pode parecer fácil, caminhar umas 2 ou 3 quadras sozinho pode parecer acolhedoramente seguro, mas como no ônibus qualquer um pode escolher saltar a hora que quiser, e seguir o caminho que quiser.. basta deixar a cordinha ao alcance de todos...
Espero que todos os passageiros dessa lotação possam escolher e saibam escolher o melhor momento de saltar dela.

Um comentário:

Heat disse...

Sabe, acho engraçado esse pavor, de se estar ou não fazendo a coisa porque tem medo de machucar a outra pessoa, na realidade NÓS quando temos esta atitude temos medo de nos machucar e não a pessoa. Quando as pessoas aceitam um compromisso ou nao é de se esperar que saibam os riscos dessas escolhas. Não podemos nos responsabilizar por tudo!Se ele não mentiu, não omitiu e falou tudo de coração, que ele a permita arcar com as consequencias da escolha dela.