Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

não entendo

Romantismo
É fato que os dias de hoje o romantismo vem perdendo força, a tempos na verdade um ato romântico é visto como piegas e bobo, tolo muitas vezes ridículo, mas eu sempre me pergunto. Por quê?
Hoje em dia o romance é visto como fraqueza, o romântico é o fraco que deixa o peito jorrar e os olhos boiarem, é quem diz a verdade e muitas vezes se entrega por isso, e outras tantas recebe duras ou frias conseqüências por isso.
O romantismo e um esporte, por assim dizer, que cansa e principalmente quando se joga sozinho ou quando se percebe ou sente uma ausência de vontade no jogo do romance.
O romântico vem perdendo espaço, campo para os falsos, os brutos, os canalhas e isso vem fazendo com que grandes românticos mudem de preferência e assim passem a fazer parte de grupos como canalhas ou falsos.
Mas por que isso? Simples as pessoas não dão valor aos atos românticos, aos sentidos reais de ser romântico e as verdades de um homem romântico.
Flores, chocolate, bombons ou o que seja sempre são vistos como lembranças ou apenas uma forma de se pedir desculpas, mas o romântico vê isso como marcos de um dia especial uma hora única e principalmente da grandiosidade de seu romance.
Os dias de hoje um romântico não tem chance, é muitas vezes iludido por ser romântico, já que é fácil por um sorriso em seu rosto e fazer ele acreditar e render-se ao romance. Mas alguns românticos aprendem a se segurar e aprendem a se proteger. E sabe como é essa proteção?
Tornando-se cada vez menos romântico, antigamente se via a cada 3 quarteirões uma floricultura hoje em dia... nada. É difícil encontrar uma a cada bairro, cada vez mais complexo ser romântico, já que pequenas lembranças como flores e telefonemas no meio da tarde são perdidos ou menosprezados, e em muitos casos visto como fraqueza ou chatice.
Hoje em dia a cada 5 minutos morre um romântico.
Hoje em dia a cada 5 minutos nasce um canalha ou falso.
Hoje em dia ser romântico é muito antiquado, retrogrado e estranho.
E não tem valor... o importante é ser ausente e deixar a duvida em peitos vazios de romance.
Queria viver em um mundo romântico... queria que todos fossem verdadeiramente homens e dessem valor aos valores verdadeiros de ser homem...
Romance, amor e fidelidade são valores... esquecidos?

Um comentário:

Patrícia disse...

"Romance, amor e fidelidade são valores...esquecidos?"

Definitivamente, não. Acho que são valores sufocados, transformados num falso vazio. E o resultado disso é o que vemos: uma sociedade cada vez mais doente de si mesma, paradoxalmente.
Mas, segundo Martha Medeiros: "Não compreender também pode valer o ingresso."
Bjus, com saudades...

Paty Bello