Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

mais uma, menos uma, uma qualquer, ou melhor.

Mais uma noite, foi o que ele pensou, mais uma noite ele pois a cabeça no encosto do sofá e seus dedos mudavam o canal quase que instintivamente... mais uma noite que ele iria passar ali sentado vendo TV e vendo a vida passar.
Longe dali em outro canto da cidade um casal de jovens se abraçava e beijava, alheios ao mundo a sua volta ou ao sujeito estranho que atravessava a rua, o casal se abraçava e beijava apaixonadamente, mas para eles o pensamento era diferente, menos um dia... falta menos um dia para o casamento, para finalmente morarem juntos.
Em uma pequena cama da cidade uma pequena menina dormia de olhos bem fechados, em sua mente apenas ursinhos fofos e castelos de jujuba, para ela era apenas uma noite, nem uma noite a mais ou a menos, apenas uma noite como qualquer outra noite, o importante eram os sonhos
Mas voltemos ao rapaz deitado no sofá... para ele, era mais uma noite, mais uma noite que ele iria passar sozinho... mas... o seu telefone toca... no visor... apenas um nome... o dela.. e ele sorri..
Alo, disse ele... e por longas horas ficaram se falando... e a noite não foi tão sozinha como ele pensava...
Não importa se é mais uma, menos uma ou uma noite qualquer... quando se esta com quem gosta de estar ou como se gosta de estar... é sempre “A NOITE”
Ele desligou o telefone, apoiou a cabeça no travesseiro e dormiu como a criança em sua cama... mas não sonhava com ursinhos ou castelos... sonhava com a próxima noite, a próxima noite que falaria com ela.

Nenhum comentário: