Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

segunda-feira, 21 de março de 2011

mais uma noite "e se"

Mesmo que ele chegasse agora eu não saberia o que fazer, o sono não veio e passei a noite inteira em claro relendo textos antigos, revendo frases ditas ou fotos batidas, e mesmo que pense que eu deveria te me deitado e fechado os olhos, como se eu não tivesse tentando tantas vezes...
Mas toda vez que fechava meus olhos na sala escura de minha cabeça as lembranças se reproduziam 24 quadros por segundo, e eu ficava ali perdido em pensamentos, memórias reais e as imaginadas. As famosas memórias do “e se”.
Talvez por isso tenha perdido tanto meu sono, odeio o “se” mais do que posso descrever no pequeno vocabulário tosco que tenho amarrado em minha memória, odeio essa partícula “se” mas isso já basta... talvez seja uma das poucas coisas que odeio, mas não odeio por besteira, odeio esse poder que ela tem na mente corroída cansada de um homem que se deita pra dormir mas não consegue.
Fiquei inicialmente lembrando do homem bêbado que decidiu tirar uma comigo e se sentir mais poderoso fronte a mulher a seu lado decidiu que eu era o alvo da vez, e por pouco não estaria eu aqui hoje hospitalizado ou ferido escrevendo a vocês, fiquei pensando que ao invés de dar as costas e ficar calado escutando as tantas besteiras ditas por ele... pensei “e se eu tivesse reagido? Se tivesse quebrado o braço dele na hora que segurou meu ombro... “
Mas mesmo eu estando tenso sei ainda que uma atitude assim não iria me trazer beneficio algum, e me calei com um gole maior em meu refrigerante e aturei mais 10 minutos e frases tolas até que perdeu a graça para ele e para todos a sua volta.
Depois lembrei-me de outros tempos, outras pessoas que deixei entrar em minha vida e se eu deveria ter deixado, se eu não fui bom de mais em aceitar tantas coisas, talvez seja. Talvez seja isso que me tira o sono... eu perceber que me calo tanto quando deveria falar.
Mas logo que pensei isso me veio a mente as tantas vezes que falei demais, e que sem duvida seria melhor se eu tivesse calado ao invés de falar, e a ultima vez que decidi falar algo é que mais me atinge, pois dizer a verdade muitas vezes pode machucar alguém que tu não queria perder ... e isso é traz um “ e se” que dói.
E se eu perdi alguém que não poderia ter perdido? Se perdi ou afastei alguém que pudesse ter a resposta pra palavra cruzada que vou fazer quando for velho, será que essa pessoa que se afastou de mim, e hoje muda me coloca em um estado proscrito seria ela a pessoa que me lembraria de meus remédios, da novela que eu gosto, de pagar as contas no dia seguinte, de escovar os dentes ou será que ela é a pessoa que eu iria ficar olhando tolo enquanto ela passava as paginas do livro que lia alheia a meus “e se”
Odeio isso, e por esses e sés eu fiquei acordado, relendo textos e fotos, relembrando fatos e frases, e uma ou outra ainda me dói no ouvido mas uma ainda me parece sem sentido quem sabe um dia ela me responda se já aprendeu a lidar com sua duvida... e se ela nunca souber?
Droga... mais um e se a se pensar...
E se ela nunca voltar a ser comigo como era!?...

Nenhum comentário: