Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Desculpe

Eu queria hoje pedir licença, pedir desculpas a todos que aqui vem sentar-se por alguns momentos a frente da tela e ler, mesmo que mal feitos, esses textos e tentar sugar dele alguma coisa, alguma resposta alguma esperança o que seja... mas eu peço desculpas...
Peço desculpas por que hoje não sei o que falar, não tenho historias?, pode pensar alguém e não na verdade tenho ainda infinitos encontros e reencontros, pedidos de casamento e romances , mas não sei o que dizer por que as vezes a gente se sente vazio sem sentido algum... e essa noite eu estou me sentindo assim.
As vezes a gente se surpreende comas coisas da vida, essas voltas e voltas que ela gosta de dar. Seriam as voltar de saturno? Os 29 anos como diria Renanto Russo? Mas assim como o gênio Sheldon eu não acredito que a posição do sol tenha influencia sobre minha pessoa ou sobre qualquer uma... mas seria bom se fosse assim não é?
Seria tão mais fácil culpar um astro que esta a milhares de anos luz de nós, por nossa forma de pensar e agir... mas só essa idéia já me deixa roendo as unhas... por que quando a gente olha um céu estrelado não vemos ele como ele é agora... e sim como ele ERA a anos atrás... então no ano que nasci o céu que brilhava não era o do meu nascimento mas talvez o que deveria ser atribuído a um Gengis kan , Ana Bolena, Hitler... ou qualquer outro vilão que seja...
Então , se o céu de hoje não é verdadeiramente o céu de hoje... como posso acreditar que ele rege minha vida? E isso me deixou pensando que não existe regra alguma a que guie ninguém, não existe um manual que diga “seja assim por que você é de tal zodíaco”... e faria sentido?
Não... e pensando nisso tudo deixou de fazer sentido e passou a fazer mais mal... mais vazio, mais duvidas por que antes eu acreditava em um amor verdadeiro que pudesse ser escrito nas estrelas, que pudesse ser lido, e vivido mas... se nada disso existe esse amor existiria?
Foi ai que me dei conta de que se minha vida foi escrita por alguém, ou alguma coisa, que me diz como devo agir e colocou ali no vazio do espaço estrelas para me lembrar isso ele também pode ter criado esse amor?
Novamente me senti mal.. triste e vazio pois já não acredito nisso... não mais.
Por que eu pensei uma coisa simples..
Se as estrelas iluminam o passado, meu amor pode ter passado? Pode ter seguido em frente ou sido sugado para um buraco negro ... onde ninguém, nem ela mesmo veja a luz que tem? E será que eu emito alguma luz para ela? Será que sou como um farol que ilumina o passado para alguém?
De certo algo antigo eu tenho... se é culpa de estrelas ou não, não posso dizer mas posso pedir desculpas a você leitor... pedir desculpas por não gastar meu tempo escrevendo a você um texto que pudesse te fazer sorrir, ou pensar algo bom... e ao invés disso escrevo linhas e mais linhas de frases sem sentido a ti... bem... posso dize apena que eu sei o que quis dizer com tudo isso... e se eu apenas entender isso não é de todo mal... as vezes é bom ser egoísta...
Mas desculpe de novo leitor... desculpe por que eu tenho essa mania de as vezes deixar esse peito maluco tomar conta de meus dedos e deixo ele falar e falar... muitas vezes ele diz algo antigo, outras vezes algo a frente ... as vezes diz algo de agora... e outras ele não diz nada do que deveria...

Desculpe leitor... desculpe... mas hoje eu realmente não saberia o que dizer a não ser...
Desculpe...

Nenhum comentário: