Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Laços

É inquietante mesmo, muito, a gente passa tanto tempo construindo uma coisa, fazendo de tudo para que ele permaneça ali, forte, mas basta um puxão e tudo se desfaz, pode ser o mais forte, pode ser bem feito, grande ou pequeno mas um laço se desfaz muito facilmente.
Mas acredite é melhor do que fazer um nó, um nó impossibilita a passagem de algo por seu “fio” um nó acaba sendo uma “marca” na linha mas é mais firme, pode ser feito um nó cego, e não se desfazer mas é algo forçado e não construindo.
Um laço é algo bom, mesmo que frágil ele pode ser feito em quase todos os lugares, não é por menos que se diz que “formamos um laço de amizade” mas esquecemos as vezes que é um laço e puxamos tanto essa amizade, tentando esticar ou ter mais dela, que ela se desfaz como um laço, ficamos cá com uma ponto e lá se vai a outra, pra onde? Não sabemos, mas em nossa ponta fica a marca da outra ponta, o tempo que ficamos “enlaçados” com ela, foi nos marcando, nos mudando e quando se desfaz, mesmo que não percebamos de cara, estamos mudados.
Lembra de quando era criança e para dar um laço no cadarço a gente inventava historinhas ou ficávamos ensaiando como fazer antes? As vezes a gente deveria lembrar disso quando fosse fazer um laço na vida com alguém, por que se lembrássemos de como foi complicado fazer o primeiro laço não iríamos querer desfazer e fazer outro e outro e outro... hoje em dia todo mundo gosta de fazer laços, aprendemos como fazer, até construímos ele rápido, e talvez por isso não demos valor a eles, passam a ser meras amarrações que se forem desfeitas podem ser refeitas ou construídas, bem nem tudo pode ser “refeito” e “reconstruído” por que como disse, as marcas as vezes podem te mudar e com o tempo nenhum laço pode se manter firme se a “corda” esta cansada e puída.
Amizade, amor, companheirismo, sociedade todos esses laços podem ser feitos e desfeitos, mas tem laços que são feitos como cordas, enrolados em nossa vida, família, respeito e acho que o amor pode também ser feito assim, mas esse tipo é raro de acontecer.
Quando faço um laço eu me lembro dos laços que fiz antes, é natural, tento sempre fazer um laço melhor e mais forte, mas quando um laço é desfeito... eu sempre sinto uma tristeza por dentro... mas penso, a minha ponta ta sempre aqui, quem sabe a outra ponta não volte para refazer um laço sem os erros anteriores?

Nenhum comentário: