Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

sábado, 6 de agosto de 2011

A Tela mais bela que a pintura.





Ele observava seus movimentos precisos, os gestos, o padrão cada segundo era seguido por seus olhos, e sorria sorri a cada vez que ela assoprava as unhas e logo após limpava com seu algodão e acetona...

- Eu nunca sei que cor usar.. – Disse ela de cabeça baixa olhando a caixa com tantas cores e nomes que seria praticamente impossível decorar todas - Eu realmente estou em duvidas desses... – Continuou esperando não mais do que a resposta comum ao gênero interlocutor, um profundo silencio ou um longo e tedioso “um humm... tanto faz” mas a resposta...
- Deixa eu ver... este é um tanto forte, acho que não combinaria muito, e pelo que me lembro você estava com uma cor escura esses dias...
-... Quem é você? - disse ela olhando por entre os cabelos que lhe caiam a face. – Devolve já o meu namorado... , sorriu colocando os cabelos por trás das orelhas como ele adorava ver e ela pouco suspeitava.
- E por que não posso ser eu mesmo? O que há de errado no que falei?
- Nada... mas você é homem e eu não devo te perguntar isso...
- AAAA entraríamos na famosa guerra dos sexos? Homens não podem saber nada dos modos femininos e as mulheres nada devem saber dos esportes masculinos? Pois bem... já temos algo errado... ambos sabemos que você adoro futebol e eu sei bem menos disso do que você..
- A esportes não tem nada haver com pintar unhas e cuidados de beleza
- Certamente que não... mas sabe que eu realmente não me importo em ficar aqui com você escolhendo as cores de suas unhas. Na verdade até gosto de te ver pintar elas calmamente.
- É já percebi que fica me olhando.. hummm quer que eu pinte as suas?
-Não... acho que ai cruzaríamos uma linha um pouco mais ao sul hehehehe
-HEHEHE Ta certo, mas mesmo assim não vou te perguntar.
-Por que não?
- Por que você não entende
- Ora como não? Eu sou pintor esqueceu? Trabalho com cores formas posso sim te ajudar
- É você tem razão... to com pena de você agora
-Pena?
-É vou abusar do meu namorado até quando for pintar unha

os dois passaram um bom tempo ali, falando sobre as cores e testando muitas combinações, o riso solto e leve de uma tarde despretensiosa enchia o ambiente e os olhares muitas vezes apaixonados eram trocados por toques suaves de pontas de dedos...
-Sabe... eu devo admitir que você é melhor que o meu namorado, - disse ela sorrindo, - ele ficava me olhando pintar a unha até sorria um pouco mas nem me respondia e nem me ajudava em nada.
- AAA quer dizer que foi um avanço de minha parte?
- Um grande avanço
-ok ok.. e como estão as cores agora?
- Pintei com duas... uma mão de smalte de cada cor e vou dar o brilho agora.
-Nunca pensei que pintar unhas fosse tão demorado.
- Pintar unhas é uma arte meu bem – disse fingindo um tom snobe
- É mas é a única vez que vi a tela ser mais importante que a pintura.
Ela o olha sorrindo e pergunta
- Como assim?
-Poderia pintar suas unhas de qualquer cor e ainda assim eu iria dizer... perfeita... não por que não repare em cada detalhe seu... mas por que reparo e sei que tudo... da ponta de sua unha a cor que usa em seus cabelos... tudo isso não seria nada se não estivesse em você... a melhor tela a mais linda... a pintura... pouco importa.

Depois de um longo beijo e um demorado abraço os vizinhos puderam ouvir um grito

“aaaaaa droga... estraguei a pintura”
E uma longa gargalhada que se estendeu por boa parte da noite.

Nenhum comentário: