Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Simplesmente...

Umas tantas vezes ele mexeu nas pequena caixa sobre a escrivaninha , e nos armários dela, rodava o quarto que ele conhecia tão pouco, sentado no cama olhando as fotos, e os anéis, e brincos que ela usava ele lembrou-se de tanta coisa... mas foi ao encontrar uma foto, uma única foto dele e dela juntos é que ele percebeu que existiam anotações atrás das fotos... e foi, uma a uma vendo, lendo e lembrando...
De fato, quando se decide lembrar de um passado, mesmo recente deve-se ter a certeza de que nem sempre uma lembrança boa ira ter o mesmo efeito todas as vezes, ele de tantos sorrisos, tantos abraços, mas foi um abraço ainda aberto que o fez chorar... uma frase atrás de uma foto que o fez tremer... e a certeza de que a vida realmente tem meios estranhos de nos dar lições que o fez levantar a cabeça e ver a mãe dela o olhando com os olhos também boiando em lagrimas...
- Ela adorava essa foto, dizia que era uma data importante, nunca me disse o motivo, nem eu sabia como perguntar - Disse a senhora caminhando até a cama e sentando ao lado dele , e continuou - Ela as vezes andava a casa com essa foto na mão e o telefone na outra, mas quando ligava pra você, ela podia largar o que fosse, mas mantinha a foto perto, talvez agora você possa me dizer o que esse dia tinha de especial.
Ele abaixou a cabeça, e esfregou os olhos, a camisa já tinha largas linhas de lagrimas e ele disse com a voz rouca e quase muda do nó que se fazia em sua garganta...
- Foi o dia em que eu Terminei com uma de minhas namoradas, e a gente se encontrou, ela estava no Rio, fomos ao parque nacional e passamos o dia lá, rindo e falando besteira, isso já faz tanto tempo...
- E por que era especial pra ela? Por que ela adorava essa foto?
- Por que foi o dia que eu disse que ela estava sendo uma pessoa importante na minha vida... e que eu nunca iria deixar ela sair dali por nada...
- E porque ela escreveu – Simplesmente Perfeito- na foto?
-Por que? Nem eu sei, acho que nunca vamos saber tudo dela né?
- Certamente não...
- Eu vou dizer a senhora o que deveria ter dito a ela. Eu amava sua filha, não como ela me amava, mas amava realmente... e vou sim sentir falta dela... apesar de que ela nunca vai sair da minha vida.
dito isso bastou apenas um abraço para que os corações dos dois pudessem se acalmar, e ao invés da lagrimas o riso tomasse conta da casa.

Ao sair, ele não carregava nada nas mãos, ele pensava que pudesse carregar algo que fizesse ele se lembrar dela, mas na verdade a lembrança já estava com ele a muito tempo. Uma dia “simplesmente perfeito”.

Um comentário:

Ana disse...

Lembranças, mesmo quando se trata de momentos felizes, podem ser muito tristes. Triste por não poder voltar atrás e aproveitar mais ainda o momento, triste por saber que não é possível viver novamente o acontecimento, triste por ser apenas uma lembrança.
Existem pessoas que passam por nós que não temos a intenção de esquecê-las nunca, apesar de saber que será apenas lembrança, apenas não, lembranças podem ser mais intensas do que podemos imaginar.