Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Falta

Falta, estranha palavra que ninguém consegue preencher,
Falta sentido no que se diz e no que se quer dizer,
falta verdade nos atos, nas vontades e no querer.
Falta base pra suportar, falta ar para respirar, falta fazer
Da falta algo bem menos vazio do que antes fez falta
tornar baixo pequeno miúdo o descaso que esta em alta.
Falta pouco eu sei que falta, mas é isso no esporte erro é falta
a dispensa vazia, na hora da ceia, o espaço de sobra é falta
Maldita, maldita a pessoa que inventou a falta.
sentir falta de algo é sentir grande o espaço pequeno que falta.
é mergulhar no oceano e sair molhado e deixar nele a falta
Das gotas pequenas que traz a areia e que pra ela não faz falta.
Falta nesse mundo uma coisa que por faltar a todos não faz falta
falta essa rima pobre rima seca terminar em alta
e até sem rimar dizer a verdade que no mundo faz realmente falta
é assim antítese da rima, quebrando métrica verso, digo o que falta.
Falta respirar
ao pulmão sem ar
falta alimento
ao estomago sedento
falta coração
ao povo sem emoção
falta no peito por
um punhado de amor
falta realmente calma
se sabemos que ao mundo falta alma.

Um comentário:

aladaecolorida disse...

Gostei muitíssimo daqui. Parabéns pelo texto e pelo blog.

E, ah, penso às vezes que se finalmente encontrassemos o que nos falta, sentiriamos falta dessa quase melancolia que sentimos tendo esse buraco (de falta) no peito.

Acho que outro dia explico. E, mais uma vez, gostei muito daqui.