Por que um baú?

Bem, quem acompanha minha tentativa de escrever algo que seja bom ao leitor,vai poder voltar aqui, abrir o baú e ler, pensare espero eu que comente nos textos afinal, esse baú é para guardar pensamentos.
Deixe aqui o seu também.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Ultimo Cigarro.

Sentado a janela ele fumava seu ultimo cigarro, la em baixo os carros começavam a acelerar como que trazendo a luz do dia, o sol, seu som ia crescendo, mais e mais carros e logo as buzinas e a confusão normal de um dia normal... mas ele fumava seu ultimo cigarro, era cedo de mais para fumar o primeiro... e ele fumava o seu ultimo...
O despertador atrasado tentava acordar quem a muito não dormia, os olhos fixos em um canto da casa, a cama vazia que o chamou a noite toda agora preguiçosamente fintava-o como se o dissesse “ não mais..” como amante abandonada recolhia-se em seu estado normal de desgosto e desordem... e ele fumava seu ultimo cigarro...
As meias.. a calça a roupa e o relógio a despertar... e ele já acordado a tanto tempo ainda fumava seu ultimo cigarro, O rosto molhado a pia, o reflexo que mesmo sendo ele não é quem ele gostaria de ser... respirando fundo pensa que é mesmo como ele dizia sobre a vida
Todo mundo vive duas vidas... Uma normal comum, e a vida que gostaria de viver... a vida de sonhos... e ele não sabe em qual esta... mas sabe que aquele é seu ultimo cigarro...
Depois do banho, lento e melancólico ele percebe que não existe mais.. não tem mais... acabou...mas ainda sente o gosto.... ainda sente o gosto do seu ultimo cigarro.... o café mesmo doce não apaga o gosto, nem mesmo a bala, o chiclete ou a escova de dentes ... nada apaga o gosto daquele ultimo cigarro...
Ele compra um maço novo, e pensa que o próximo vai ser bom... mas não... não é... aquele ultimo cigarro tinha um gosto diferente... tinha ? ele fecha os olhos e sente o gosto... sem te o cheiro a fumaça de seu ultimo cigarro...
Olhando o maço com mais tantos cigarros... ele só lembra daquele... do ultimo cigarro... nenhum cigarro é igual... nenhum vai ser igual aquele ultimo cigarro.

Nenhum comentário: